segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

O AMOR!

"Porque amor é amor a nada,
Feliz e forte em si mesmo."


Quando a insistência em me questionar sobre o amor (ou a falta dele) me dominou por completo eu esbarrei neste trecho de Drummond e muita coisa fez sentido. Acho que essa é a minha natureza, o meu EU LIBERTADOR. Sim, é um suspiro desgarrado que trago no peito.