quarta-feira, 24 de julho de 2013

Despretensiosamente bom!


Às vezes a inspiração vem nos visitar D E S P R E T E N S I O S A M E N T E ! E como eu gosto das coisas despretensiosas. Elas têm um gostinho tímido de liquidação de coletânea do ídolo por um precinho camarada. Quando não estamos esperando e "de repente" somos surpreendidos com uma oferta indispensável da qual contaremos até que o dia termine, exibindo um sorriso rasgado e dizendo "você viu só que sorte a minha". Pois é... é mesmo muito bom. Você resolve levantar a cabeça e olhar para o céu e lá está ela: cadente e linda, caindo só pra você fazer um pedido.  As conquistas despretensiosas são mesmo uma delícia!

(Mani Jardim)